Conteúdo da Notícia

Período de quarentena: produtividade de magistrados é acompanhada semanalmente pela Corregedoria-Geral da Justiça

Por meio do Sistema de Estatística e Informação (SEI), a Corregedoria- Geral da Justiça do Ceará está acompanhando a produtividade de todos os magistrados durante o período de quarentena. O objetivo é verificar possíveis dificuldades encontradas e auxiliar os juízes na prestação jurisdicional.

César Morel, juiz auxiliar da Corregedoria, explica que o monitoramento é realizado semanalmente para que os “serviços nas unidades judiciárias de todo Estado estejam funcionando normalmente por meio do TeleTrabalho”. O magistrado ressalta que as inspeções judiciais nas varas da Capital, Região Metropolitana e Interior também continuam sendo feitas, eletronicamente, por meio do SEI. “Mantemos nosso calendário de inspeções. Com a ferramenta eletrônica conseguimos ter um diagnóstico preciso das unidades judiciais. Verificamos como está o andamento processual de cada vara. Depois de inspecionadas, produzimos relatórios e entramos em contato com o juiz responsável pela unidade.”

ROTINA MANTIDA
Por meio do trabalho remoto, juízes, servidores e funcionários da Corregedoria permanecem com sua rotina normal de trabalho. Todos os processos administrativos estão sendo analisados pelos setores do Órgão através do Sistema de Automação da Justiça Administrativo (SAJ-Adm). O corregedor-geral, desembargador Teodoro Silva Santos, enfatiza que o “serviço do Poder Judiciário em prol da sociedade não pode parar, e nesse período de quarentena, o TeleTrabalho tem sido o grande aliado”.

O juiz César Morel reforça que, “nesses tempos difíceis, o trabalho remoto tem sido de fundamental importância para manter a rotina dos serviços em casa. Continuamos na análise e assinaturas de processos administrativos e judiciais. Estamos ainda em comunicação com os outros Órgãos da Justiça e de Administração do Estado. As demandas mais urgentes tratamos por telefone”.

Também por meio eletrônico, o Setor Extrajudicial da Corregedoria mantém seu trabalho de fiscalização e orientação dos serviços notarias e registrais prestados pelos cartórios do Estado.