Conteúdo da Notícia

Desembargador Paulo Airton apresenta Plano de Gestão 2021/2023 para dirigentes da Associação Cearense de Magistrados

O corregedor-geral da Justiça do Ceará, desembargador Paulo Airton Albuquerque Filho, recebeu, nesta segunda-feira (08/02), representantes da Associação Cearense de Magistrados (ACM). O objetivo do encontro foi falar sobre o Plano de Gestão 2021-2023, que será divulgado oficialmente após publicação do Plano de Gestão da Presidência do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

“A função da Corregedoria é dialogar, então essa aproximação com os magistrados é salutar. Nosso trabalho é pedagógico, sem descurar das questões fiscalizatórias e disciplinares. Quanto mais orientarmos juízes, servidores e delegatários, menos problemas vamos ter”, esclareceu o    desembargador Paulo Albuquerque.

O corregedor-geral ainda explicou sobre o plano de gestão paradigma que será sugerido aos juízes. Os magistrados terão 90 dias para se adaptarem ao modelo de gestão e, caso considerem necessário, poderão apresentar sugestões.

Para o presidente da Associação Cearense de Magistrados, juiz Daniel Carvalho Carneiro, o primeiro encontro com o novo corregedor-geral foi positivo. “Esperamos sempre esse canal de diálogo. A Corregedoria tem de fazer com que o serviço, a prestação jurisdicional, flua bem e, é claro, auxiliar os magistrados nas dificuldades. Quando for necessária também uma posição mais enérgica, caberá à Corregedoria adotar”.

Participaram ainda da reunião os juízes Edison Ponte Bandeiro de Melo, Leopoldina de Andrade Fernandes e Kathleen Nicola Kilian, que integram a Direção da ACM.

O desembargador Paulo Albuquerque também falará sobre o Plano de Gestão a integrantes da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Ceará (OAB-CE), Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e Procuradoria-Geral do Município de Fortaleza (PGM).