Conteúdo da Notícia

Gestão atual da Corregedoria-Geral da Justiça faz balanço dos 100 primeiros dias de atividades

A Corregedoria-Geral da Justiça focou em ações para otimizar os serviços judiciais e extrajudiciais nos últimos 100 dias de Gestão. Destaque para o projeto “WhatsApp Business”. Em fevereiro, o Órgão determinou que o aplicativo fosse utilizado como ferramenta de atendimento ao público, permitindo maior agilidade na prestação dos trabalhos. Mais de 80% das unidades judiciárias do Estado utilizam o app. A ferramenta também está sendo utilizada pelos cartórios cearenses. A iniciativa foi tema de oficina no 85º Encontro do Colégio Permanente de Corregedores Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil, ocorrido em 25 de março.

A Corregedoria também desenvolveu o “Plano de Gestão Paradigma”, com o objetivo de proporcionar à sociedade serviços mais céleres, com maior eficiência e qualidade. O Plano consta no Provimento nº 05/2021 e contém as diretrizes gerais para que as unidades judiciárias cearenses possam adaptar às suas realidades individuais, aprimorando a prestação jurisdicional, a melhoria e modernização dos processos internos. Além disso, o Órgão promoveu cinco encontros virtuais com os juízes das unidades judiciárias, priorizando a importância do diálogo e as ações de fiscalização do órgão censor.

No âmbito do extrajudicial, o corregedor-geral da Justiça, desembargador Paulo Airton Albuquerque, reuniu-se com representantes de instituições cartoriais para discutir a integração dos cartórios às centrais eletrônicas. Ele propôs a criação de um convênio entre o Poder Judiciário e as instituições para proporcionar um melhor atendimento à população. O convênio facilita toda tramitação de documentos que ingressam nos cartórios atendendo com excelência aos usuários.

“Assumi o desafio de estar à frente da Corregedoria que tem uma grande quantidade de demandas existentes. Para o aperfeiçoamento das atividades administrativas e imprimir maior transparência aos serviços prestados, criamos o projeto ‘Fale com o Corregedor‘ e também o ‘Informativo – Gestão 2021/2023‘, com ações de fevereiro a maio deste ano, acessível a toda sociedade civil, por meio do portal da Corregedoria [www.corregedoria.tjce.jus.br]”, destacou Paulo Airton.