Conteúdo da Notícia

Corregedoria-Geral da Justiça verifica funcionalidade do selo digital em cartório de Itaitinga

O corregedor-geral da Justiça do Ceará, desembargador Teodoro Silva Santos, esteve nesta segunda-feira (24/06), no cartório Bezerra de Souza, 1º e 2º Ofícios da Comarca de Itaitinga, para verificar a funcionalidade do sistema selo digital, implantado na serventia. A ferramenta eletrônica está em uso no cartório há uma semana. O selo físico permanece apenas para autenticidade e reconhecimento de firma.

As ações de implantação do selo extrajudicial digital nos cartórios do Ceará estão sendo coordenadas pela Corregedoria-Geral da Justiça, com o apoio das Secretarias de Tecnologia da Informação (Setin) e de Finanças (Sefin) do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). A implementação é gradual, com previsão de integrar todos os cartórios do Ceará até o segundo semestre 2019 (conforme prevê a Portaria 44/19).

“Estamos confiantes e seguros acerca da importância de implantação do selo digital em todas serventias do Estado. Para tanto, estamos realizando reuniões preparatórias à implementação, com o fim de dar suporte técnico e acompanhar o processo de tramitação”, explicou o corregedor-geral.

Também presente, o coordenador das atividades alusivas aos serviços notariais e de registro no território cearense, juiz corregedor auxiliar, Demétrio Saker Neto, destacou a importância do novo sistema. “O uso da ferramenta digital tornará mais segura a autenticação e validação de documentos, além de fornecer mais transparência aos atos praticados pelos cartórios, como forma inclusive de precaução de ações fraudulentas mediante o uso do selo físico.”

Na ocasião, o proprietário da empresa responsável pelo desenvolvimento do software para implementação do selo digital no cartório de Itaitinga, Leonardo Gadelha, destacou que a ferramenta digital não aumentou o tempo de trabalho no cartório, pelo contrário, “tornou mais prático, ágil e célere o processo de registro de um documento”. Teodoro Silva acrescentou que este é o objetivo maior da Corregedoria, que o selo digital chegue ao usuário de forma “cristalina, rápida e o mais importante, com seguridade”.

Também participaram da visita, a diretora do Fórum de Itaitinga, juíza Danielle Estevam Albuquerque, e a gerente de Correição e Apoio às Unidades Extrajudiciais da Corregedoria, Márcia Aurélia Viana Paiva.