Conteúdo da Notícia

Corregedor-Geral da Justiça faz balanço de sua gestão durante sessão do Conselho Pleno da OAB-CE

O desembargador Paulo Airton Albuquerque Filho, Corregedor-Geral da Justiça do Estado do Ceará, participou nessa terça-feira (18/05) da 1ª Sessão Extraordinária no ano de 2021 do Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE).

O magistrado fez uma prestação de contas dos 100 primeiros dias de sua  gestão à frente da Corregedoria, durante a sessão virtual que contou com a participação de  conselheiros e conselheiras da Ordem, os quais tiveram a oportunidade de saber mais a respeito das ações do órgão do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), além de apresentar demandas para o aprimoramento da prestação jurisdicional.

O presidente da OAC-CE, Erinaldo Dantas, destacou a importância dessa parceria institucional para a advocacia cearense. “Este é um momento histórico de prestação de contas, no qual agradeço a disponibilidade e a postura do Corregedor em ouvir a OAB, sempre com o comprometimento de buscar a efetiva prestação jurisdicional. Nós já tivemos várias reuniões com o desembargador Paulo, que está sempre atento aos nossos pleitos, dentre eles, a obrigatoriedade do WhatsApp Business e o avanço com a digitalização dos processos. Sabemos que a nossa Justiça ainda está aquém do que a sociedade espera, mas as melhorias são notáveis. O diálogo franco e a vontade de querer resolver têm sido diferenciais nesse processo. É importante seguirmos avançando”, apontou.

Com a gestão iniciada em fevereiro deste ano, o desembargador Paulo Airton Albuquerque também ressaltou a relevância do diálogo entre as instituições, apresentando um panorama da estrutura e das medidas concretizadas pela Corregedoria. “Nós temos priorizado a efetivação da prestação jurisdicional, com transparência, diálogo e valorização de magistrados e servidores. Ainda em fevereiro nos reunimos de forma remota junto às entidades parceiras para ouvirmos as demandas, como a própria OAB Ceará, a Defensoria Pública e a Procuradoria Geral do Estado do Ceará. Temos buscado celeridade, rotinas de trabalho para impulsionar os trabalhos e o aprimoramento da prestação de serviços aos jurisdicionados”, evidenciou.

Durante a apresentação da prestação de contas, o desembargador salientou ainda o trabalho de uniformização e melhoria das audiências e das sessões por videoconferência durante a pandemia, anunciando a implantação de um novo sistema de agendamento, o SAV (Sistema de Agendamento de Videoconferência), que deverá otimizar o processo com o cadastramento das partes. Temas como a regulamentação da nomeação de advogados dativos para atuar no Judiciário, o saneamento das filas de trabalho e a criação do projeto “Fale com o Corregedor” também foram tratados.

“Outro ponto importante foi a obrigatoriedade da implantação do WhatsApp Business, que veio após as tratativas com a OAB-CE e com a presidente do Tribunal, a desembargadora Nailde Pinheiro. Visando a continuidade da comunicação eficiente, adequada e contínua, determinamos também a disponibilização por parte dos magistrados de pelo menos um número de WhatsApp Business, reforçando essa ferramenta de atendimento ao público todos os dias da semana, em horário de expediente”, defendeu.

Com informações e fotos do site da OAB-CE.