Conteúdo da Notícia

Cartorários assistem à apresentação sobre Sistema de Correição e Inspeção, que passa a ser obrigatório em 2022

Titulares e interinos das 628 Serventias Extrajudiciais (cartórios) do Ceará tiveram a oportunidade de assistirem à apresentação feita pela Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ) sobre o Sistema de Correição e Inspeção (SCI), na última segunda-feira (18/10). A ferramenta será utilizada para realização, controle e monitoramento de inspeções extrajudiciais (cartórios de Fortaleza e das comarcas do Interior), a partir de janeiro de 2022.

A apresentação, de forma virtual por meio do Microsoft Teams, foi feita pela juíza Juliana Sampaio, corregedora auxiliar, representando o corregedor-geral de Justiça, desembargador Paulo Airton Albuquerque Filho. O evento contou com a presença da gerente de Correições e Apoio às Unidades Extrajudiciais da Corregedoria, Ariadne Bret, e servidores do órgão correicional.

A magistrada explicou que o uso da nova ferramenta é facultativo para as inspeções ordinárias que ocorrerem no exercício de 2021, devendo ocorrer até o mês de novembro do corrente exercício.

Juízes corregedores permanentes, servidores e colaboradores das unidades vinculadas ao Poder Judiciário cearense já tiveram a oportunidade de conhecer o sistema durante apresentação feita no dia 8 de outubro do corrente ano.

A nova ferramenta foi instituída por meio do Provimento da Corregedoria nº 18/2021, em agosto deste ano. O objetivo é promover a melhoria, padronização e automatização dos trabalhos de inspeções das serventias extrajudiciais, visando minimizar a eficácia dos procedimentos.

O link de acesso ao sistema deverá ser disponibilizado no portal da intranet do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), para os usuários internos, e no portal da internet da Corregedoria-Geral da Justiça, para os usuários externos. A Corregedoria também promoverá os treinamentos necessários para otimizar a utilização do Sistema de Correição e Inspeção.

Leia o Provimento na íntegra clicando AQUI.