Conteúdo da Notícia

Anoreg-Ce destaca atuação de corregedor-geral da Justiça na defesa da eficiência e segurança do Sistema Registral Imobiliário Brasileiro

Desde este mês de fevereiro, as unidades de registro de imóveis dos Estados e do Distrito Federal serão integradas ao Sistema de Registro Eletrônico de Imóveis (SREI). O processo de integração foi discutido durante reunião virtual das Corregedorias Estaduais junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na última quarta-feira (23/02). O corregedor-geral da Justiça do Ceará, desembargador Paulo Airton Albuquerque Filho, firmou apoio à medida, pontuando a importância de considerar a realidade dos cartórios de Registro Civil de cada Estado.

O magistrado destacou o importante papel das Centrais Eletrônicas Extrajudiciais que levam suporte, infraestrutura e apoio técnico aos pequenos cartórios do Estado do Ceará. Segundo o corregedor, é adequado que o Operador Nacional do Registro Eletrônico de Imóveis (ONR) atue em “parceria com essas centrais”.

A atuação do desembargador foi elogiada e destacada pela Associação dos Notários e Registradores do Ceará (Anoreg-Ce), em Nota de Agradecimento, publicada nessa quinta-feira (24/02). “A Anoreg-Ce agradece publicamente a postura do corregedor-geral da Justiça do Ceará, desembargador Paulo Airton Albuquerque Filho, na defesa da eficiência e segurança jurídica de todo o Sistema Registral Imobiliário Brasileiro”.

A Associação corroborou com as palavras do corregedor, acrescentando que a matéria merece toda atenção e cuidado, com foco nos profissionais que atuam no setor cartorário, além do cidadão que procura os serviços notariais e registrais.