Conteúdo da Notícia

Varas da Comarca de Tauá são inspecionadas pela Corregedoria-Geral da Justiça

A Corregedoria-Geral da Justiça do Ceará realizará, até a próxima sexta-feira (07/11), inspeção no Juizado Especial Cível e Criminal, e nas 1ª e 2ª Varas da Comarca de Tauá. Ao iniciar os trabalhos, na manhã desta terça-feira (07), o corregedor-geral, desembargador Francisco Darival Beserra Primo, reuniu-se com os juízes titulares das respectivas unidades (Pedro Augusto Teixeira Dias, Giselli Lima de Sousa e Tadeu Trindade de Ávila) e com os demais servidores, para explicar como é feita a fiscalização e a importância desta para aprimorar os serviços judiciais.

O desembargador ressaltou que as inspeções nas varas de Tauá têm um fim mais pedagógico, uma vez que não há reclamações contra os serviços dos magistrados. “A Corregedoria está aqui para aconselhar e orientar, pois não existem denúncias contra os juízes, que são todos jovens e têm demonstrado um ideal pela magistratura”.

O corregedor-geral acrescentou que “os serventuários do Judiciário devem cumprir o mister com responsabilidade e prestarem um serviço de relevância para a sociedade que é tão carente de Justiça social”. Para o magistrado, a “presença da Corregedoria nas unidades é de fundamental importância, pois ajuda a melhorar a prestação jurisdicional”.

Os juízes das unidades de Tauá contarão com assistentes para auxiliar os serviços, além de terem os processos digitalizados. “Essas melhorias, além de deixar os magistrados mais felizes só ajudam a coroar ainda mais a gestão do presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Gladyson Pontes”, reconheceu o corregedor, que também elogiou as instalações do Fórum de Tauá.

Os serviços de inspeção são realizados pelos juízes corregedores Ernani Pires Paula Pessoa Júnior, Roberto Soares Bulcão Coutinho, Henrique Lacerda de Vasconcelos e Flávio Vinícius Bastos Sousa, sob a supervisão do desembargador.

Após a conclusão dos trabalhos, será apresentado ao Conselho Superior da Magistratura relatório circunstanciado instruído, em que constará o resumo de toda a atividade desenvolvida e providências a serem adotadas.

Também estiveram presentes o juiz da Vara Única da Comarca de Quiterianópolis, André Arruda Veras, e o defensor público titular da 1ª Vara da Comarca de Tauá, Francisco Adriano Lima Oliveira.

O calendário das inspeções está previsto no Código de Organização Judiciária do Estado e no Regimento Interno da Corregedoria, além de atender à meta da Corregedoria Nacional de Justiça, que estabelece que as Corregedorias estaduais devem realizar, anualmente, correição em pelo menos 34% das unidades jurisdicionais, ainda que por amostragem.

A Corregedoria-Geral é um órgão do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) que tem competência para fiscalizar, orientar e aprimorar os serviços judiciais e extrajudiciais prestados à população, bem como zelar pela regular conduta dos juízes e servidores.