Conteúdo da Notícia

“O pressuposto da magistratura é a vocação”, destaca corregedor durante abertura de inspeção

“O magistrado tem que ter o espírito público e trabalhar com honradez, equilíbrio e dignidade. O pressuposto da magistratura é a vocação, e o juiz deve acima de tudo amar a toga que veste”, declarou o corregedor-geral da Justiça, desembargador Francisco Darival Beserra Primo, durante abertura dos trabalhos de inspeção, na manhã desta segunda-feira (05/02), no Fórum da Comarca de Morada Nova, distante 167 km de Fortaleza.

O magistrado reuniu-se com os juízes titulares das 1ª, 2ª e 3ª Varas: Felipe Augusto Rola Pergentino Maia, Raynes Viana de Vasconcelos e Anne Carolinne Fernandes Duarte, e com toda a equipe das Varas, para dar esclarecimentos sobre a fiscalização.

Na ocasião, o corregedor recomendou aos magistrados prudência ao usarem as redes sociais para tratarem de assuntos relacionados à magistratura. “É preciso ter cuidado com as mídias sociais e prudência ao tratarem de assuntos referentes às decisões superiores ou em relação aos trabalhos de colegas ou do Poder Judiciário. O juiz não deve ferir o Código de Ética da Magistratura”, disse.

As inspeções serão conduzidas pelos juízes auxiliares da Corregedoria-Geral: Ernani Pires Paula Pessoa Júnior, Roberto Soares Bulcão Coutinho e Henrique Lacerda de Vasconcelos.

VISITAS

Após a abertura, o corregedor-geral visitou o Fórum de Limoeiro do Norte e se reuniu com magistrados. À tarde, o desembargador visitará as unidades judiciárias da Região do Vale do Jaguaribe para fiscalizar os serviços judiciais e orientar os juízes.

A Corregedoria é um órgão do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) que tem competência para fiscalizar, orientar e aprimorar os serviços judiciais e extrajudiciais, bem como zelar pela regular conduta dos juízes e servidores.