Conteúdo da Notícia

Mutirão processual em Senador Pompeu tem supervisão do corregedor

O Corregedor-Geral da Justiça Cearense, Desembargador Francisco Sales Neto, supervisiona, desde segunda-feira (07/07), o mutirão processual na Comarca de Senador Pompeu, a 287 km de Fortaleza.

A iniciativa, que se estende até a próxima sexta-feira (11/07), tem o objetivo de diminuir o acervo processual. Atualmente, tramitam na comarca 3.324 processos. Do total, 1.118 estão conclusos, 707 têm prazos excedidos e 350 aguardam designação de audiência. Desde outubro de 2011, a Unidade de Senador Pompeu encontra-se sem juiz titular. O magistrado Fabiano Damasceno Maia, titular da 3ª Vara de Quixadá, responde pela Comarca.

A força-tarefa conta com a participação de 13 maqgistrados. São eles: os juízes Josué de Sousa Lima Júnior (1ª Vara de Iguatu); Larissa Braga Costa de Oliveira (Cariús); Ricardo Alexandre Silva Costa (Juizado Especial de Iguatu); Roberto Nogueira Feijó (juiz auxiliar da 3ª Zona de Quixadá); Fabrícia Ferreira de Freitas (1ª Vara de Quixeramobim); Katherine Martins da Costa (2ª Vara de Santa Quitéria); Fabiano Damasceno Maia (3ª Vara de Quixadá); Hyldon Masters Cavalcante Costa (juiz auxiliar da 2ª Zona Judiciária); Ana Célia Pinho Carneiro (Parambu); Paulo Santiago de Andrade Silva e Castro (Pedra Branca); Luciano Nunes Maia Freire (3ª Vara de Tauá); Fabrício Vasconcelos Mazza (2ª Vara de Quixeramobim) e Ana Cláudia Gomes de Melo (2ª Vara de Quixadá).