Conteúdo da Notícia

Instituído Grupo de Trabalho para atuar nos processos com prioridade de tramitação

O corregedor-geral da Justiça do Ceará, desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva, instituiu Grupo de Trabalho para atuar diretamente nos processos com prioridade de tramitação na Comarca de Fortaleza. O objetivo é dar efetividade aos autos em que tenham como interessados idosos, crianças e adolescentes, pessoas com deficiência e portadores de doenças graves.

O Grupo, que será coordenado pelo juiz auxiliar da Corregedoria Geral de Justiça (CGJ), Demetrio Saker Neto, terá um prazo de 60 dias para analisar esses processos. Também fazem parte Rafaella Lopes, diretora-geral da CGJ; Flávia Cavalcante Dantas, analista judiciária e Ana Caroline Rodrigues Costa Fontenelle, diretora da Divisão Disciplinar da CGJ.

Integram ainda a equipe os juízes gestores do Fórum Clóvis Beviláqua, José Maria dos Santos Sales (diretor) e José Ricardo Patrocínio (vice-diretor); o secretário executivo José Wilton Bessa Macedo Sá; o assessor jurídico Luiz Eliesio Silva Kerbage; o diretor do Departamento de Informática, Leandro da Silva Taddeo, e o chefe de serviços de atividade de apoio, Ricardo Gleidson de Vasconcelos.

A medida consta na Portaria nº 38/2016, publicada no Diário da Justiça nessa segunda-feira (26/09).