Conteúdo da Notícia

Desembargadora Edite Bringel participará de encontro que discute aperfeiçoamento da Justiça

A corregedora geral da Justiça do Ceará, desembargadora Edite Bringel Olinda Alencar, participará do 57º Encontro Nacional do Colégio de Corregedores Gerais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal (Encoge). O juiz corregedor auxiliar Eduardo Scorsafava também estará presente ao evento, que será aberto nesta quinta-feira (18/08), em Araxá (MG). O evento prossegue até o dia 20.

A solenidade de abertura do 57º Encoge será presidida pelo corregedor geral da Justiça de Minas Gerais, desembargador Antônio Marcos Alvim Soares, e pelo presidente do Colégio de Corregedores Gerais, desembargador Bartolomeu Bueno. Em seguida, haverá palestra da ministra Eliana Calmon, corregedora nacional de Justiça sobre o tema “O papel do Poder Judiciário no desenvolvimento nacional”.

Na manhã do dia 19, o juiz da Vara de Registros Públicos de Belo Horizonte, Fernando Humberto dos Santos, debaterá sobre o “Projeto Pai Presente”. Em seguida, o juiz auxiliar do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Ricardo Cunha Chimenti, discutirá sobre certidão de nascimento.

Ainda no período da manhã, ocorrerão mais duas palestras, ministradas pelo corregedor geral da Justiça de Mato Grosso, desembargador Márcio Vidal, e pelo vice-corregedor geral da Justiça de Minas Gerais, desembargador Luiz Audebert Delage Filho. À tarde, os debates continuam com o juiz auxiliar do CNJ, Nicolau Lupianhes Neto, e com o desembargador Fernando Neto Botelho, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Em foco, a Resolução nº 135 do CNJ e o “Processo Eletrônico”, respectivamente.

O corregedor geral da Justiça de Alagoas, desembargador James Magalhães de Medeiros, falará sobre o “Programa Interagir”. No último dia, ocorrerá o encerramento dos trabalhos e a confraternização dos participantes.
O ENCOGE

O Encoge foi criado em 1994 e congrega todos os corregedores de Justiça. A finalidade é o aperfeiçoamento dos mecanismos inerentes ao funcionamento dos serviços do Poder Judiciário, mediante intercâmbio de experiências bem sucedidas. O Encontro objetiva ainda a implementação e uniformização da atuação jurisdicional, o fortalecimento do papel institucional dos órgãos de fiscalização, a orientação, controle e correção de falhas nas atividades judiciárias.

(17-08-2011 # 18:15:19)

Envie esta notícia a um amigo