Conteúdo da Notícia

Corregedoria inspeciona 96 unidades judiciárias

A Corregedoria Geral da Justiça do Ceará inspecionou 96 unidades judiciárias de fevereiro a setembro deste ano. Os trabalhos fazem parte dos ciclos de inspeções judiciais de 2015. O objetivo é corrigir irregularidades ou omissões encontradas para garantir o bom andamento da prestação jurisdicional.

Durante os trabalhos são verificados os números de processos encerrados, os que estão em andamento, as audiências realizadas, além das ações com prazo decorrido para despacho ou sentença. Também são observados os processos referentes às metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), cartas precatórias e os que exigem prioridade de processamento, como por exemplo, as demandas submetidas ao Estatuto do Idoso.

A maioria das ações são fiscalizadas virtualmente, através dos sistemas Processo Judicial Eletrônico (PJE), Processo Judicial Digital (Projudi) e o Sistema de Automação da Justiça de Primeiro Grau (SAJPG).

As atividades são supervisionadas pelo corregedor-geral de Justiça, desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva, e realizadas pelos juízes corregedores auxiliares, Agenor Studart Neto, Demétrio Saker Neto, Míriam Porto Mota Randal Pompeu e Ricardo Bruno Fontenelle.

Entre as unidades que já foram inspecionadas estão as Turmas Recursais; o 1º, 2º, 3º e 4º Juizados Especiais Cíveis e Criminais; 2ª e 3ª Varas de Sucessões; 14ª, 16ª, 17ª e 21ª Varas Cíveis; 2ª, 3ª e 6ª Varas de Família de Fortaleza; além de algumas comarcas do Interior, como Groaíras e Redenção. Foram inspecionadas ainda as Varas da Região Metropolitana de Fortaleza, como Pacatuba e Caucaia.