Conteúdo da Notícia

Corregedoria-Geral da Justiça realizou 648 inspeções em 2015 e 2016

A Corregedoria-Geral da Justiça do Ceará realizou 648 inspeções nos anos de 2015 e 2016. Deste total, 297 foram judiciais e 351 extrajudiciais. O objetivo é corrigir as irregularidades ou omissões encontradas para garantir o bom andamento da prestação jurisdicional e notarial.

Durante as fiscalizações judiciais são verificados os números de processos encerrados, os que estão em andamento, as audiências realizadas, além das ações com prazo decorrido para despacho ou sentença. Também se observa os processos referentes às metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), cartas precatórias e os que exigem prioridade de processamento, como as demandas submetidas ao Estatuto do Idoso.

Estiveram à frente das atividades os juízes corregedores auxiliares Demétrio Saker Neto, Míriam Porto Mota Randal Pompeu, Ricardo Bruno Fontenelle, Roberta Ponte Marques Maia, Rômulo Holanda e Agenor Studart Neto.

Já as inspeções extrajudiciais foram executadas pelos auditores Márcia Aurélia Viana Paiva e Sóstenes Francisco de Farias, que verificaram a regularidade do uso dos selos, a disponibilidade da Tabela de Emolumentos para os usuários dos cartórios e o repasse dos recursos ao Fundo de Reaparelhamento e Modernização do Poder Judiciário (Fermoju).

Ao término dos trabalhos, juízes e auditores apresentaram ao corregedor-geral da Justiça, desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva, relatórios dos serviços realizados.