Conteúdo da Notícia

Corregedor-geral da Justiça visita Cadeia Pública de Itapajé

O corregedor-geral da Justiça do Ceará, desembargador Francisco Darival Beserra Primo, visitou, na tarde desta terça-feira (30/01), a Cadeia Pública da Comarca de Itapajé, onde ocorreu a chacina de dez detentos, na madrugada da última segunda-feira. “Viemos fazer uma inspeção na unidade, verificar as instalações, o funcionamento e visitar os presos que ficaram. Também prestamos nosso apoio e solidariedade às juízas titulares da Comarca”, disse o corregedor.
Segundo o magistrado, “apesar do clima de comoção na cidade diante dos últimos acontecimentos, a cadeia está sob controle e os presos estão bem”. Ele esteve acompanhado do juiz auxiliar da Corregedoria-Geral, Flávio Vinícius Bastos Sousa.
De acordo com a Secretaria da Justiça do Ceará (Sejus), após a chacina, 26 presos encontram-se na cadeia de Itapajé e 44 foram transferidos para outras unidades prisionais.
Também estiveram presentes a juíza titular da 1ª Vara de Itapajé, Juliana Porto Sales e o promotor titular da referida Comarca, Rodrigo Manso Damasceno.

REUNIÃO EM ITAPIPOCA

No período da manhã, o corregedor-geral reuniu-se com os juízes das 1ª, 2ª e 3ª Varas de Itapipoca: Leslie Anne Maia Campos, Gonçalo Benício de Melo Neto e Renata Santos Nadyer Barbosa, respectivamente. “Conversamos amplamente sobre os problemas da Comarca e a sublime arte de julgar. Trocamos ideias e orientamos os magistrados”, explicou o desembargador Darival Beserra.
A Corregedoria-Geral é um órgão do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) que tem competência para fiscalizar, orientar e aprimorar os serviços judiciais e extrajudiciais prestados à população, bem como zelar pela regular conduta dos juízes e servidores.