Conteúdo da Notícia

Central Integrada de Apoio à Área Criminal deve começar a funcionar em junho

Os juízes corregedores auxiliares Antônio Pádua Silva e José Tarcílio Sousa estiveram reunidos, nesta quinta-feira (26/04), com a assessora especial da Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado (Sejus), Patrícia Sá Leitão. O objetivo do encontro foi dar continuidade às discussões para a criação da Central Integrada de Apoio à Área Criminal, no Fórum Clóvis Beviláqua.

A expectativa é que a central comece a funcionar a partir do início de junho. O setor será uma ampliação da atual Central de Localização de Presos, que funciona no Fórum.

Além da consulta de alvarás de soltura, a nova estrutura fornecerá aos juízes pesquisas sobre os antecedentes criminais dos detentos. Também disponibilizará informações a respeito dos alvarás expedidos pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

O objetivo é evitar que presos sejam soltos indevidamente. A iniciativa será formalizada por meio de um convênio entre o TJCE, a Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) e a Sejus, que vai oferecer apoio fornecendo servidores.

Estiveram presentes ao encontro o assessor da Sejus, Francisco Veras; a secretária Judiciária do TJCE, Cleidinir Magalhães; a diretora da Divisão de Sistemas de Gestão da Secretaria Especial de Planejamento e Gestão do TJCE, Patrícia Martins Silveira; o diretor de Secretaria da 6ª Vara Criminal da Comarca de Fortaleza, Tomaz Joca Noleto, e servidores do Departamento de Informática do Fórum.

(26-04-2012 # 18:26:37)

Envie esta notícia a um amigo