Conteúdo da Notícia

Francisco Lincoln Araújo e Silva (Gestão 2015-2017)

Função Atual
Assumiu o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), no dia 26 de outubro de 2006, egresso da representação do Ministério Público, na composição do 5º Constitucional. Atualmente, é presidente da 3ª Câmara Criminal.

Dados Pessoais
Nasceu no Município de Acopiara, no dia 11 de maio de 1947, filho de Manoel José da Silva e Maria Idelzuite Araújo e Silva (in memoriam), ambos serventuários da Justiça.

Formação Acadêmica
Os primeiros estudos do curso primário foram cumpridos no Grupo Escolar Padre João Antônio, em Acopiara, indo, em 1958, para o Seminário Diocesano São José, em Crato, onde permaneceu até o ano de 1963, transferindo-se para Fortaleza, onde concluiu no Liceu do Ceará o curso secundário em 1965. Já em 1966, cursava a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará, sendo bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais, turma de 1970.

Formação Profissional
Inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, Secção do Ceará, sob número 1974, exerceu a advocacia com escritório instalado em Acopiara, até fevereiro de 1973, quando, aprovado em Concurso Público, foi nomeado Promotor de Justiça da Comarca de Jucás, então de primeira entrância.
Removido em janeiro de 1974, tornou-se o primeiro Promotor de Justiça Titular da comarca de Orós, sendo promovido, por merecimento, para a comarca de Várzea Alegre, de segunda entrância, em maio de 1974.
Em 1979, foi promovido, pelo critério de antiguidade, para a 1ª Promotoria de Justiça da comarca de Iguatu, de terceira entrância, onde permaneceu até 1983, quando foi promovido, por merecimento, para a comarca de Fortaleza, de Entrância Especial, exercendo suas atividades junto à 9ª Vara Criminal.

Em substituição, exerceu ainda as funções do Ministério Público perante as Promotorias das comarcas de Mombaça, Ipaumirim, Saboeiro, Lavras da Mangabeira, Senador Pompeu e Quixeramobim. Também pelo critério de merecimento, em 1995, foi promovido ao cargo de Procurador de Justiça, onde permaneceu prestando serviços junto à Procuradorias Criminais, com assento na 2ª Câmara Criminal do Egrégio Tribunal de Justiça.
Paralelamente, exerceu o magistério do segundo grau, da rede estadual de ensino, mediante contrato, desde 1980, na Escola de 1º e 2º graus Alfredo Nunes de Melo, em Acopiara, e, de 1983 até 1986, em Fortaleza, lecionando, no Colégio Estadual Presidente Humberto Castelo Branco, a mesma disciplina “Direito e Legislação”, do Curso Técnico de Contabilidade. Desempenhou seis mandatos de Conselheiro junto ao Conselho Superior do Ministério Público e, entre os anos de 2001 e 2004, foi Coordenador da PROCAP, Procuradoria de Justiça dos Crimes Contra a Administração Pública. Por duas vezes, foi eleito por aclamação Secretário Executivo das Procuradorias Criminais e, em 2006, foi designado para Coordenar o NUCRIM, Núcleo de Recursos Criminais. Recebeu o título de “Cidadão Varzealegrense”, em 1979.